Intel anuncia processadores Core de 8ª geração, até 40% mais rápidos

A Intel anunciou hoje os seus processadores da oitava geração da linha Core. Essa geração marcará a primeira vez que a empresa mistura dos processos de fabricação diferentes em uma mesma linha de processadores Core. Os primeiros chips dessa linha serão fabricados em processos de 14 nanômetros mas, mais para frente, a empresa pretende lançar também chips de 10 nanômetros na mesma geração.

Os primeiros processadores a serem lançados nessa linha serão dois novos Core i5 e dois novos Core i7, os dois do tipo “U” (que a empresa costuma reservar para notebooks). Eles utilizarão uma versão modificada da arquitetura Kaby Lake da sétima geração, mas segundo a empresa oferecerão até 40% mais agilidade e performance do que os processadores da geração passada.

Tecnologias

Esses quatro novo chips são, do mais simples para o mais potente, o i5-8250U, o i5-8350U, o i7-8550U e o i7-8650U. Eles terão uma frequência-base que vai de 1,6 GHz a 1,9 GHz, e uma frequência máxima que vai de 3,4 GHz a 4,2 Ghz. Todos eles terão quatro núcleos e oito threads, 8 MB de cache (para os i7) ou 6 MB de cache (para os i5) e suporte a até dois canais de RAM em frequência de até 2400 MHz.

Uma das principais diferenças deles para os da geração passada é que eles têm dois núcleos a mais que os processadores de mesma linha da geração anterior. Fora isso, a empresa diz ter feito melhorias na arquitetura e no processo de fabricação dos chips que lhes garantem mais desempenho. Como eles são focados em experiências audiovisuais em 4K e realidade virtual, a Intel também mudou o nome do chip gráfico integrado do processador de HD 620 para UHD 620.

Por enquanto, a empresa anunciou apenas esses quatro modelos, mas prometeu que mais opções serão lançadas durante o quarto trimestre de 2017 – incluindo processadores para desktops. No total, a Intel promete que a linha terá 145 chips.

Estratégia

Não se trata, como é possível perceber, de um salto significativo de arquitetura ou performance para os processadores da empresa. No entanto, o material de divulgação da Intel deixa claro que esses processadores têm como principal foco consumidores que não atualizaram seus PCs nos últimos cinco anos – para eles, esses chips podem oferecer performance até 14,7 vezes mais rápida em algumas tarefas.

Como o The Verge sugere, essa medida pode ser apenas uma maneira da Intel ganhar tempo até anunciar novidades mais substanciosas às suas linhas mais potentes. Recentemente, a empresa divulgou – de maneira um pouco confusa – sua nona geração de processadores Core antes mesmo de a oitava ter sido anunciada formalmente.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*