Intel lança SSDs que podem acelerar bastante seu desktop

A Intel finalmente lançou o seu aguardado SSD com a tecnologia Optane para o consumidor comum. A empresa anunciou nesta sexta-feira, 27, a chegada do modelo 900P ao mercado, com a promessa de altíssimas velocidades de leitura e gravação. Segundo a companhia, o componente foi capaz de acelerar a renderização de um vídeo de 7 segundos de 17,4 horas para 6,3 horas.

Com o lançamento, a Intel aproxima a sua tecnologia do consumidor comum, permitindo que ela vá além dos servidores e chegue a desktops e workstations. São dois lançamentos, na verdade: o primeiro é um drive x4 Gen 3 para PCIe, com opções de 280 GB e 480 GB, custando respectivamente US$ 390 e US$ 700; o outro é um drive de 2,5 polegadas U.2 com capacidade de 280 GB, pelo preço de US$ 390.

Nos dois casos, a velocidade de gravação sequencial chega a 2.500 MB/s, enquanto a leitura alcança velocidades de 2.000 GB/s. Ao mesmo tempo, a leitura aleatória 4K fica na casa dos 550 mil IOPs (input-output por segundo), enquanto a gravação aleatória 4K fica em 500 mil IOPs. A latência fica em 10 milissegundos.

Para efeito de comparação, os SSDs que são encontrados mais comumente no mercado alcançam velocidades de leitura e gravação próximas a 500 MB/s.

A questão é que, apesar de ser extremamente potente, os modelos Optane 900P são proibitivos para a maior parte dos usuários. Do jeito que eles estão hoje, eles são uma opção apenas para empresas que precisam do máximo de desempenho em seus computadores, reduzindo o tempo de tarefas pesadas com renderização de vídeo, ou para quem tem mais dinheiro do que juízo e pode investir pesado para maximizar desempenho do computador.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*